O que são Óleos Essenciais?

Atualizado: 22 de Set de 2019

Óleo essencial é a parte volátil e aromática dos metabólitos secundários das plantas, nas quais algumas funções são: proteção contra raios UV, evitar herbívora, comunicação entre as plantas, combater doenças causadas por fungos e bactérias, promover cicatrização ou atrair polinizadores, por exemplo.


Estes compostos podem estar localizados em diferentes partes das plantas (flores, folhas, caule, raízes e casca de frutas) e em sua maioria são extraídos da matéria vegetal por destilação a vapor d’água ou por prensagem a frio (no caso das cascas de cítricos).


A concentração de óleo essencial em cada planta e em cada parte da planta é variável e na maioria das vezes é preciso muitos quilos de matéria-prima para extrair 1 litro de óleo essencial.


Como é um produto natural de origem biológica, sua composição varia de acordo com as propriedades de solo e das condições climáticas do local de cultivo. E uma vez que suas propriedades medicinais estão intimamente relacionadas à composição química do óleo essencial, é indicado utilizarmos óleos que:


  • tenham sua composição determinadas através de cromatografia em fase gasosa e;

  • provenham de regiões cujas composições já foram testadas para os efeitos desejados.


Exemplos de peso de matéria-prima para produzir 1 litro de óleo e países de origem:


Camomila Romana – 120 kg de flores – Itália, França e Alemanha

  • Hortelã-pimenta – 80 kg de folhas – Estados Unidos, Índia, França, Itália

  • Laranja Doce – 50 kg de casca – Brasil

  • Lavanda – 350 kg de flores – França

  • Manjericão – 250 kg de folhas – França, Itália, Espanha e Vietnã

  • Mirra – 90 kg de madeira e goma – Somália

  • Rosas – 1000 kg de pétalas – França, Marrocos, Egito

Os principais constituintes bioquímicos dos óleos essenciais são álcoois, fenóis, cetonas, ésteres, óxidos, cumarinas, éters, aldeído terpênico, aldeído aromático, monoterpenos e sesquiterpenos.


A composição química dos óleos essenciais em relação à presença e porcentagem de cada composto definirá sua ação no corpo humano: digestiva, cicatrizante, anti-inflamatória, analgésica, antiespasmódica, e atuante nos sistemas circulatório e imunológico. Além de ser responsável por seus distintos efeitos emocionais e vibracionais.

10 visualizações