Transtorno de Ansiedade – Lavanda é eficaz?

Atualizado: 22 de Set de 2019

O óleo essencial de Lavanda (Lavandula angustifolia ou Lavandula officinalis) é conhecido por seus efeitos calmantes, e sendo um dos óleos mais vendidos no mundo, foi tema de alguns estudos científicos que buscaram conhecer seus mecanismos de ação e efeitos físicos e emocionais em humanos.


O efeito em transtornos de ansiedade foi bastante estudado porque na Alemanha, cápsulas contendo óleo essencial de lavanda foram registradas como produto medicinal – LASEA® (Silexan – WS® 1265 – é um preparado com óleo essencial de Lavandula angustifolia e é a substância ativa do LASEA®). E este fato motivou o investimento em comprovação da sua eficácia.


Os autores Kasper et al. (2018), do artigo científico com título Silexan in anxiety disorders: Clinical data and pharmacological background (Tradução livre: Silexan em transtornos de ansiedade: dados clínicos e antecedentes farmacológicos), publicaram esta revisão contendo os resultados de vários estudos avaliando os efeitos destas cápsulas de óleo de lavanda.


Os efeitos incluem:

  • diminuição de inquietação e agitação,

  • diminuição nos distúrbios do sono,

  • melhora do humor deprimido e

  • aumento do bem-estar geral.


Além disso, foram realizados testes que determinaram que a ingestão das cápsulas com óleo de lavanda:

  • não interfere no metabolismo dos medicamentos mais comumente vendidos (não inibe nem induz a atividade das enzimas do citocromo P450) e

  • não interferem na ação dos anticoncepcionais (não modificam os níveis plasmáticos de contraceptivos orais com base em etinilestradiol ou levonogestrel, e não afetam parâmetros farmacodinâmicos relevantes).


Outro resultado interessante foi a ausência de efeitos sedativos do óleo de lavanda.


Este resultado é importante, entre outras coisas, porque os efeitos sedativos dos principais medicamentos indicados para insônia é uma das causas de queda em idosos durante a noite, quando se levantam para ir ao banheiro!


Outra vantagem do uso do óleo de lavanda quando comparado com os medicamentos mais utilizados é que este não causa sintomas de abstinência, sendo seguro descontinuar seu uso de forma abrupta.


Para quem tem interesse em saber um pouco mais do assunto, abaixo está a tabela com o resumo dos resultados dos artigos incluídos na revisão.


O teste HAM-A que foi utilizado para comparar o efeito das substâncias, representa a “Escala de Avaliação da Ansiedade de Hamilton” e consiste em um questionário psicológico utilizado pelos médicos para classificar o nível de ansiedade do paciente.

IMPORTANTE: No Brasil a ingestão de óleos essenciais NÃO é regulamentada. Por serem compostos extremamente concentrados das plantas, é muito importante um conhecimento mais aprofundado para o uso seguro dos óleos essenciais.


COMO SE BENEFICIAR DESDE CONHECIMENTO?


Utilize 1 gota do óleo essencial de Lavanda em um algodão dentro da fronha do travesseiro!


A inalação deste aroma, permite que as moléculas entrem na corrente sanguínea através das trocas que ocorrem nos pulmões!

(No próximo Post falarei sobre um artigo científico que mostra a eficiência do uso do óleo essencial de Lavanda por inalação! Acompanhe!)


Ainda não tem o Óleo Essencial de Lavanda em casa? Clique aqui e confira na nossa Loja Oceano Zen!


MAIS IMPORTANTE AINDA: Não deixe de tomar sua medicação sem conhecimento do seu médico. Sempre procure um médico para obter um diagnóstico preciso sobre sua condição de saúde.


Referências Bibliográficas:

Artigo fonte das informações deste texto:

Siegfried Kasper, Walter E. Müller, Hans-Peter Volz, Hans-Jürgen Möller, Egon Koch & Angelika Dienel (2018) Silexan in anxiety disorders: Clinical data and pharmacological background, The World Journal of Biological Psychiatry, 19:6, 412-420, DOI: 10.1080/15622975.2017.1331046


Artigos científicos com informações das tabelas apresentadas:

Doroshyenko O, Rokitta D, Zadoyan G, Klement S, Schl€afke S, Dienel A, Gramatt_e T, L€uck H, Fuhr U. 2013. Drug cocktail interaction study on the effect of the orally administered lavender oil preparation Silexan on cytochrome P450 enzymes in healthy volunteers. Drug Metab Dispos.41:987–993.

Heger-Mahn D, Pabst G, Dienel A, Schl€afke S, Klipping C. 2014. No interacting influence of lavender oil preparation silexan on oral contraception using an ethinyl estradiol/levonorgestrel combination. Drugs R&D. 14:265–272.

Kasper S, Anghelescu I, Dienel A. 2015a. Efficacy of orally administered Silexan in patients with anxiety-related restlessness and disturbed sleep: a randomized, placebo-controlled trial. Eur Neuropsychopharmacol. 25:1960–1967.

Kasper S, Gastpar M, M€uller WE, Volz HP. 2010. Silexan, na orally administered Lavandula oil preparation, is effective in the treatment of ‘subsyndromal’ anxiety disorder: a randomized, double-blind, placebo controlled trial. Int Clin Psychopharmacol. 25:277–287.

Kasper S, Gastpar M, M€uller WE, Volz HP, M€oller HJ, Schl€afke S, Dienel A. 2011. No withdrawal symptoms after discontinuation of SilexanVR . Poster presented at: Annual Congress of the German Society for Psychiatry and Psychotherapy (DGPPN); Berlin, Germany.

Kasper S, Gastpar M, M€uller WE, Volz HP, M€oller HJ, Schl€afke S. 2014. Lavender oil preparation Silexan is effective in generalized anxiety disorder: a randomized, double-blind comparison to placebo and paroxetine. Int J Neuropsychopharmacol. 17:859–869.

Kasper S, Klement S, Volz HP. 2015b. Efficacy of Silexan: results from a multi-center, double-blind, randomized clinical study. Obzory Klin Pharmakol Lek Ter. 13(Suppl): 47–47.

Kasper S, Volz HP, Dienel A, Schl€afke S. 2016. Efficacy of Silexan in mixed anxiety-depression: a randomized, placebo-controlled trial. Eur Neuropsychopharmacol. 26:331–340.

Woelk H, Schl€afke S. 2010. A multi-center, double-blind, randomized study of the Lavender oil preparation Silexan in comparison to Lorazepam for generalized anxiety disorder. Phytomedicine. 17:94–99.

135 visualizações